Filmagens, Eletroestática, Modelismo, Navios e…

Vivam, bom dia!

Ultimamente não tenho registado por aqui as nossas atividades em unschooling que nunca páram nem tiram férias… No entanto, este blog às vezes “entra de férias”, confesso que por uma certa preguiça minha de retomar a escrita, depois de alguns intervalos por muito trabalho noutras áreas.

De modo que há muito, em atraso, para vos contar e, como sempre, vou ver se nos próximos tempos recupero.

Aqui ficam uns apontamentos (pois, atrasados, mas “sempre a tempo” ou, se quisermos, “nunca será tarde…”) no Caderno Verde (Nota: de vez em quando vou esclarecendo que o nome “Caderno Verde” se deve a, inicialmente e durante bastante tempo, verde ter sido a cor preferida do Alexandre; entretanto as suas preferências mudaram, mas o nome tem continuado).

Beijos para todos, neste “novo” 2014!

Isabel

x

Caderno Verde

Filmagens, Eletroestática, Modelismo, Navios e…

Conforme aflorei no último post, “Pré-Natal”, tal como tem vindo sido prática todos os anos, “os manos” preparam algo que apresentam à restante família presente, uma espécie de espectáculo que filmam e que ora engloba teatro, música, poesia, etc., etc. Este ano, “como novidade”, a avó materna ofereceu a toda a família um dos seus poemas, que faz com frequência, alusivo à época e eles leram-no para todos, nesta noite em família. E como ligaram a câmara à televisão a filmagem aparecia em tempo real no écran, para a seguirmos em simultâneo.

DSC09789

DSC09793

DSC09799

DSC09800

DSC09801

DSC09802

Alguns dos presentes oferecidos nesta época dão sempre azo a atividades várias, como este, que prometia levitarmos objectos através da electricidade estática (os kits da Science 4 you) trazem sempre folhetos explicativos e informativos dos vários conteúdos científicos que aborda, autênticas aulas a acompanhar o desenvolvimento das experiências):

DSC09819

DSC09824

DSC09825

DSC09826

DSC09827

DSC09828

E este ano “estreámo-nos” no modelismo, também a través de um dos presentes de Natal. O Alexandre já tinha tido algum contacto com o modelismo através de uns aviões de um dos seus tios, já montados. Agora iniciou-se a montar ele este modelo do Titanic e o contacto inicial com esta actividade que requer muito perfeccionismo, dedicação e paciência, deu-se logo na ida à loja onde o comprámos.

Passando a publicidade (porque vale a pena desenvolver o tema), a loja chama-se “Hobbykit” e o seu proprietário que esclarece todas as dúvidas e é um grande aficcionado do modelismo para além de nos mostrar toda a loja e todos os comboios e de nos contar da cidade incrível que tem montada e a funcionar em sua casa (pasmem que até tem sistema de esgotos a funcionar e quando algo falha existem alarmes que põem os bombeiros ou polícias  ou os técnicos respectivos em acção), mostrou-nos um filme ao qual podemos aceder no youtube, sobre a maior “cidade” em modelismo do mundo que está patente em exposição permanente em Hamburgo. Aqui, a “Wunderland” (cliquem “no play” para ver o vídeo, vale mesmo a pena).

DSC09830

DSC09831

DSC09832

DSC09834

DSC09835

DSC09846O nosso vizinho G., que tem a idade do Alexandre e que desde o “ano passado” tem vindo com mais frequência participar das nossas atividades e brincar (aparece praticamente todos os dias), também anda entusiasmado com a construção do modelo.

DSC09847

DSC09848

DSC09850

DSC09851

DSC09852

DSC09853

DSC09854

Entretanto tudo isto deu azo a novos desenhos (um grande navio a atracar em mais de meia costa de Portugal… o rapaz é de tamanhos grandes!…

DSC09906

… e uma grande pormenorização de um Titanic)

DSC09907

DSC09908

DSC09909

Depois, durante uns tempos o seu quarto foi um estaleiro naval onde andou a construir barcos (um ferry para transportar carros e outro só de passageiros) e o cais de Tróia que depois deslocou cuidadosamente até à sala para uma grande brincadeira e encenação com o seu amigo Bato.

DSC09914

DSC09918

DSC09919

DSC09920

DSC09921

DSC09922

DSC09923

DSC09924

Também por essa altura vimos dois documentários no Odisseia sobre a construção do maior navio de cargas do Mundo (construído num porto da Coreia do Sul), repetidas vezes, como sempre, até fixar bem todos os pormenores. Eu, pessoalmente, achei piada à quantidade (em kilómetros) astronómica de cabos de electricidade necessária para alimentar o navio (equivalente à utilizada para alimentar uma das maiores cidades dos EUA). O Alexandre interessou-se também por esse detalhe e muitos outros.

Desenvolvimentos mais recentes da construção do modelo do Titanic (volta e meia, quando surgem dúvidas na montagem, lá vamos à loja perguntar ao senhor, que é expert no assunto, sobre o que fazer, como proceder, que tintas utilizar…)

DSC09925

DSC09926

DSC09927

DSC09928

Leave a comment »

Pré-Natal

Caderno Verde

Pré-Natal

Do calendário do Advento saiem várias surpresas, desde o dia 1 até ao dia 24… Uma delas foi esta bússula que o Alexandre logo experimentou com a mana Celina… (como não cabia na “caixinha do dia” estava lá uma pista que levava a outra… até descobrir o Norte, Sul, Este e Oeste!

:)

DSC09644

DSC09645

DSC09646

DSC09647

A família que veio passar uns dias connosco mesmo antes do Natal…

DSC09639

Jardim da música do Parque das Nações, à noite (aqui imagens do mesmo Jardim da Música, de dia), fomos passear com o nosso vizinho G., que não conhecia ainda o Parque das Nações (nem este, da música e adorou… o Alexandre fez de guia turístico_ os teleféricos já estavam “fechados”, ficou logo combinada nova ida, após o nosso vizinho entrar de férias de Natal, para lhe mostrarmos também o Oceanário e o Pavilhão do conhecimento, para além da viagem de teleférico).

DSC09648

DSC09649

DSC09650

DSC09651

Ora que eu já fui algumas vezes a este parque da música e nunca tinha reparado nesta “Pedra de Zunido”, que achei muito interessante… basicamente enfiamos a cabeça dentro da pedra (oca) e emitimos um som (zunido) até reverberar em todo o nosso corpo, que é quando ressoamos com a nossa “frequência própria” (o que achei muito interessante, por ter já escrito sobre esta frequência própria de cada ser e de cada objeto, aqui neste outro post, a propósito de outros assuntos) e essa vibração alinha-nos e o corpo restabelece-se até de doenças, segundo está especificado junto à pedra…

DSC09652

DSC09653

(o pai a colocar lá a cabeça, mas estava tudo muito escuro…)

:)

DSC09654

Resolvi fotografar o edifício mais alto de Portugal à noite (aqui fotos do mesmo edifício, tiradas de dia) _ mais um tema de interesse do Alexandre (os edifícios altos) que relatou ao seu amigo G., como “guia turístico”.

DSC09655

DSC09656

DSC09657

Este ano a Roda Gigante voltou a Cascais…

DSC09662

E voltámos a refazer o puzzle das 4 000 peças do Mapa Mundi, que o Alexandre pretende usá-lo como tabuleiro de um jogo que anda a magicar. Já construíu umas naves em peças “Lego” e depois foi desenhar a réplica das peças que construíu no programa da Lego no computador

DSC09672

DSC09673

DSC09674

DSC09675

Entretanto também já combinou com a irmã irem dar uns passeios à noite (por Sintra, Cascais, Lisboa) para verem as iluminações de Natal (a Catarina, que é a entusiasta das iluminações de Natal).

E andam os três (manos) muito em segredo (eu e o pai não podemos saber, “estar por dentro”) a preparar/ensaiar a peça que vão representar este ano no Natal, cá em casa, como tem sido habitual (aqui o que partilhei do Natal passado).

Muitos beijinhos para todos e um bom tempo Pré-Natal!

;)

Leave a comment »

Alargando e encolhendo fronteiras ao longo da História

Caderno Verde

Alargando e encolhendo fronteiras ao longo da História

Um belo dia, a Marta Pires partilhou este link no facebook, para um “mapa em movimento” da Europa onde podemos ver como os países esticaram e encolheram ao londos anos.

Claro que tem sido um sucesso, cá em casa. A ligação com a História é completamente evidente e o interesse em “pararmos o vídeo nos anos” para verificarmos milhentas coisas, relacionarmos e interligarmos é inesgotável.

Vejam por vocês mesmos:

http://www.liveleak.com/view?i=14d_1348362692

Ah! E não esqueçamos a componente musical, que o Alexandre coloca o som bem alto enquanto analisa o mapa e adora o crescendo que a música empresta à actividade!

Leave a comment »

E durante a semana que se seguiu…

Caderno Verde

E durante a semana que se seguiu…

Novo puzzle com o mapa de Portugal e os seus distritos e cidades (ah! Logo situou o distrito onde fica o rio Corgo, o do viaduto do post anterior):

DSC09600

DSC09601

DSC09602

DSC09603

DSC09604

DSC09605

DSC09606O Calendário do Advento para este ano…

DSC09607

DSC09608O novo jogo de estratégia, Memoir ’44:

DSC09609

DSC09610

DSC09611

DSC09612

DSC09613

DSC09614O helicóptero telecomandado do nosso vizinho (foram os três, vizinho, Alexandre e pai) experimentá-lo lá fora…

DSC09615

A árvore de Natal!!! Montada exclusivamente pelo Alexandre e mana Catarina. Este ano mudaram-lhe a localização na sala (ficou melhor que nos outros anos, a sala ficou mais espaçosa) e montaram um circuito com um comboio de Natal em Lego, por baixo!

DSC09533

DSC09535

DSC09536

DSC09537Aí vem ele, o comboio!

DSC09538

DSC09539

DSC09540

DSC09541

Época Natalícia a começar em Novembro só mesmo na cabecinha (e com as mãozinhas!) destes meus dois filhotes…

:D

Comments (2) »

Há um fim-de-semana atrás…

Caderno Verde

Há um fim-de-semana atrás…

Estivémos a ver na net este vídeo do youtube que um colega me tinha enviado sobre a construção do viaduto atualmente o mais alto de Portugal e o 2º da Europa, o Viaduto do Corgo, inaugurado este ano, em Setembro.

O Alexandre vê tudo isto com muito interesse, como sempre e faz muuuuiiiitas perguntas que nos levam a outras matérias. “Ao lado” ainda apareciam mais uns vídeos sobre linhas ferróviárias que passam pelo Corgo, de modo que esteve também a ver mais dois vídeos desses.

E também fomos passear… estava um dia bonito, com um bocadinho de vento. O Alexandre, a Catarina (que já tinha vindo de trabalhar _ de entrar numa peça/espectáculo de teatro infantil), o Pedro e eu fomos até à Costa da Caparica para ir à “pontinha de um pontão” que pai e filho gostam de percorrer, com o mar de ambos os lados, ver os pássaros que poisam, as poças de água que secam e deixam sal. Aproveitámos e comemos castanhas “assadas na rua”, enquanto ainda se podem ver destas por cá!

;)

DSC09542

DSC09543

DSC09544

DSC09546

DSC09548

DSC09549

DSC09550

DSC09551

DSC09552

DSC09553

DSC09554

DSC09555

DSC09556

DSC09557

DSC09558

DSC09559

DSC09560

DSC09561

DSC09562

DSC09563

DSC09564

DSC09565

DSC09566

DSC09568

DSC09569

DSC09570

DSC09571

DSC09572

DSC09573

DSC09574

DSC09575

DSC09576

DSC09577

DSC09578

DSC09579

DSC09580

DSC09581

DSC09582

À volta do pontão achámos piada a estas escadas que levam à praia sem levar (não terminam na praia, ficam “penduradas” e quem quiser que salte!)

DSC09583

DSC09584

DSC09585

DSC09586

DSC09587

DSC09588

DSC09589

DSC09590

DSC09591

DSC09592

DSC09593

DSC09594

DSC09596

DSC09597

DSC09598

Leave a comment »

Actividades, saídas e materiais

Caderno Verde

Actividades, saídas e materiais

Uma salganhada, portanto. Mas é assim que as coisas acontecem e se entrelaçam…

:)

1 – Um recente projecto de uma fábrica e o Alexandre a explicar à mana Catarina e ao Bato todo o processo de produção, funcionamento, recursos e materiais, produto final, etc., etc.

DSC09309

DSC09310

DSC09311

DSC09312

DSC09313

DSC09314

DSC09315

DSC09316

DSC09317

DSC09318

2 – Outro projecto, de edifícios, com linhas a definir níveis e tudo…

DSC09383

DSC09384 3 – Numa ida ao Staples-Office Center para comprar material (dossiers, canetas), aproveitaram (o Alexandre e as suas manas) para observar as descargas dos camiões,

DSC09399

DSC09400

DSC09401

analisar as infraestruturas envolventes (leram nas tampas das caixas de visita a que tipo de infraestrutura pertenciam, electricidade, águas residuais domésticas, águas pluviais…).

DSC09402

DSC09403

DSC09404

DSC09405

4 – Dias depois dessa ida ao Staples, voltámos lá com o pai, pois o Alexandre tinha visto um Mapa de Portugal em relevo, que muito o entusiasmou. Na altura só o apreciou e só em casa confessou que gostaria muito de o ter em casa, para melhor explorar a orografia do nosso país. Lá fomos nós avaliar o recurso e acabámos por comprar o mapa lá para casa (connosco foi, na altura, o nosso vizinho G., da mesma idade do Alexandre, que também se interessa por Geografia).

DSC09463

DSC09464

DSC09465

DSC09466

DSC09467

(cá em baixo o Pico, o mais alto!)

DSC09468

DSC09470

DSC09472

DSC09471

5 – Montagem da grua metálica da Science 4 U, com a mana Celina…

DSC09499

DSC09500

DSC09501

DSC09502

DSC09503

DSC09504

6 – Uma nova bola, de muita precisão e destreza, para que consigamos ultrapassar todos os níveis de dificuldade (do 1 ao 100), encaminhando uma bolinha metálica por todo este labiríntico desafio…

DSC09505

DSC09507

7 – Uma viagem de comboio e metro até ao aeroporto (de Lisboa), com o pai. Não deu bem para ver os aviões, mas deu para explorar bastante do aeroporto, verificar quantos terminais de check in existem, destinos, partidas e chegadas e ver um mapa mundo gigante!!!

:D

Leave a comment »

Os Documentários do Momento

Caderno Verde

Os Documentários do Momento

O Alexandre desde pequenininho que vê documentários com o mesmo interesse (e às vezes mais) com que vê desenhos animados.

Em pequenininho fascinavam-o os das construções de túneis, pontes e torres. Depois foi variando de temas, alguns ainda ligados às construções e outros aos fenómenos terrestres e celestes, ao funcionamento do corpo humano, aos meios de transporte, às viagens e às grandes cidades de todo o Mundo, coisas sobretudo ligadas às ciências e tecnologia e, ainda, à História.

Vou recordar aqui um episódio que contei num post que já publiquei há anos, “Episódio na Bertrand“, que ilustra bem o interesse dele nestas áreas e que acabei de referenciar acima.

Sim, ele estava de volta de um livro de autocad e dizia que ele o ia ensinar a construir túneis, a menina da livraria estava vidrada na sua conversa que derivou para “um dia vou construir uma linha (ferroviária) tão grande, por todo este país…”

Então, os documentários do momento, que temos andado a ver e a rever e a rever, ao longo destes últimos dois meses:

O Poder da Terra, do canal Odisseia, Episódio 3_Gelo (59 min), que explica a força e erosão pelo gelo, como tem ora aumentado, ora diminuído, estudos, expedições…

DSC09200

DSC09201

DSC09202

DSC09203

DSC09204

DSC09205

DSC09206

DSC09207Desmontando a Cidade, do Discovery, Episódio 5_Londres (de 1h e 2min) _ contam que Londres é a cidade com mais infraestruturas subterrâneas que qualquer outra cidade do Mundo e com a mais vasta rede de túneis…

DSC09208

DSC09209

DSC09210

DSC09211

DSC09212

DSC09213O Poder da Terra, agora o Episódio 4_Oceanos (58 min). Foi muito engraçado sabermos que o estreito de Gilbraltar e a existência do Mar Mediterrâneo, ao longo dos vários milénios, têm aparecido e desaparecido.

DSC09251

DSC09252

DSC09253

DSC09254

DSC09255

DSC09256

DSC09257

DSC09258

DSC09259O Mundo Sobre Carris, do Odisseia, Episódio 4_Portugal, ferrovia do destino (60 min)_ “Emmanuelle é uma jovem exploradora com uma única paixão: viajar à volta do mundo de comboio. A maioria das suas viagens reside em conhecer centenas de pessoas diferentes, que habitam partes remotas do planeta.” E eis que neste episódio, em Portugal, percorre o país de Norte a Sul, no Alfa e no Intercidades, parando no Norte, numa zona costeira e de pesca e visitando um pescador, em Fátima, em Lisboa, visitando um grupo de jovens que voluntariamente dedicam as suas artes ajudando pessoas, e no Algarve, visitando um músico que recolhe músicas e cantares (e lenga-lengas) tradicionais e lhes confere arranjos interessantes.

DSC09260

DSC09261

DSC09262

DSC09263

DSC09264

DSC09265

DSC09266

DSC09268

DSC09269

DSC09270

DSC09271

DSC09272

DSC09273

DSC09274

DSC09275

DSC09277

DSC09278

DSC09279

DSC09281

DSC09284

DSC09285

DSC09286

DSC09287

DSC09288

DSC09289

DSC09290

DSC09291

DSC09292

DSC09293Desmontando a Cidade, agora o episódio 3_Sidney (57 min), que ressalta o enorme e bem largo porto de Sidney, quase o único do mundo a comportar a atracagem de grandes navios como o Queen Mary e muito da geologia da terra.

DSC09328

DSC09329

DSC09330

DSC09331

DSC09332

DSC09334

DSC09335(a ópera de Sidney)

DSC09337

DSC09338

DSC09339

DSC09340

E também temos visto e revisto o episódio 2_S.Francisco (57 min) do Desmontando a Cidade (fala muito sobre os sismos e as obras de engenharia calculadas e construídas para lhes sobreviver),

e o episódio 6_Roma antiga (47 min) do mesmo programa.

Ainda o Poder da Terra, episódio 5_Terra Rara (58 min),

Como Fazem isso?, do Discovery, um episódio sobre a produção dos Legos e um outro sobre sabermos como a cidade de Las Vegas recebe os dois biliões de litros de água diários que precisa e ainda como se constrói um écran de televisão do tamanho de 3 campos de ténis.

Vimos também um episódio do programa Maquinaria da Terra:Terra sobre o interior da terra, magma, vulcões, placas tectónicas e sismos, novamente e como tudo isso funciona. Também fala sobre os dinossauros.

Já gravados, e a aguardar que os desbravemos estão os programas: Os Pirinéus Selvagens, O Império Solar_o aspecto enevoado do planeta Vénus, Se não existisse a Lua, Ciência Curiosa: Frio, Os Profetas da ficção científica_Guerra das Estrelas, O Segredo das Coisas_como são feitas as Locomotivas, Máquinas Gigantes_construção de um paquete de luxo e de uma ilha artificial na Alemanha, Titãs Mecânicos_ cinco mega-fábricas, incluindo o edifício de produção de veículos da Nasa e a maior fábrica de processamento de comida da Europa, A História do Mundo_a Era Industrial e Maravilhas da Ásia_ Japão: aposta na sua capacidade de se tornar uma das maiores potencias mundiais no sector aeroespacial.

Leave a comment »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.