Arquitetura e Urbanismo III – Documentários

Caderno Verde

Arquitetura e Urbanismo III – Documentários

Voltámos a rever duas das séries que temos gravadas: Desmontando a Cidade (que passou no Discovery Channel) e Arranha-Céus (que passou no canal Odisseia) e gravámos e vimos pela primeira vez a série Como Funcionam as Cidades que tem andado a passar também no Discovery.

Cada episódio dura cerca de 45-50 minutos e cada série tem vários episódios.

A série Desmontando a Cidade tem oito episódios: Sidney, Toronto, Londres, Dubai, Los Angeles, Roma Antiga, e outros dois que não temos gravados nem vimos. Há ainda uma 2ª temporada que ainda não “apanhámos no Discovery”.

Na internet, só conseguimos descobrir os episódios que passaram em Espanha (que não foram passados/numerados pela ordem que passaram no Discovery, cá, e que temos gravados), mas dá para terem uma ideia. Vejam, por exemplo, este episódio sobre Sidney. E este sobre Londres. E este sobre o Dubai.

Da série Arranha-Céus temos oito episódios gravados (faltam-nos dois). O Alexandre gosta especialmente do episódio sobre o Cira Centre de Filadélfia (já o vimos ao vivo, na nossa viagem a Nova York (!), de onde apanhámos o comboio até Filadélfia), do episódio sobre o One World Trade Center (que também já vimos ao vivo!), a Torre Mayor da Cidade do México e a One Canada Square de Londres. Eu ainda não vi todos os episódios que temos. Ele já, mais do que uma vez.

Não consegui encontrar nenhum dos episódios da série na internet, para poderem ter uma ideia, mas são muito bons, desde características da sua construção mencionando os autores do projeto, dificuldades e coisas assim.

A série Como Funcionam as Cidades tem então sido nova para nós. Já vimos e gravámos cinco episódios: um sobre a Eletricidade, outro sobre como se abastecem as cidades de Comida, outro sobre a construção de Arranha-Céus como solução para a falta de espaço para construção nas cidades, outro sobre Sistemas de Transportes e o quinto sobre o Abastecimento de Água.

 

Leave a comment »

Arquitetura e Urbanismo II

Caderno Verde

Arquitetura e Urbanismo II

. Construção de uma grande torre, no Minecraft:

O exterior.

20150105_163437 20150105_163500 20150105_163512 20150105_163611 20150115_164535

Num outro mapa do Minecraft, a estação do Oriente e, ao lado, um edifício de luxo, com pormenores do seu interior.

20150115_164552 20150115_164611 20150115_164620 20150115_164627

O interior do edifício e pormenores da construção.

20150115_164638 20150115_164656 20150115_164741 20150115_164815 20150115_164834 20150115_164904 20150115_165026 20150115_165058 20150115_165138 20150115_165217 20150115_165233 20150115_165250

– Esquadra da polícia, construída num outro programa, o Lego Design. Baseada numa que possui mesmo em peças (e nas suas instruções de construção), mas bastante melhorada e com pormenores muito estudados para um bom sistema de segurança.

20150121_161114 20150121_161128 20150121_161139 20150121_161202 20150121_161220 20150121_161236 20150121_161308 20150121_161408 20150121_161538 20150121_161651

Leave a comment »

Arquitetura e Urbanismo

Caderno Verde

Arquitetura e Urbanismo

E também já cá faltava mais um pouco de arranha-céus, cidades e google-maps.

– Edifícios desenhados pelo Alexandre em programas/jogos de computador:

DSC01155

DSC01153

DSC01152

DSC01150

– Comparação “cidade no tempo”, isto é, ele vai desencantando fotos de determinadas cidades, comparando as fotos tiradas a uma cidade há uns anos atrás com fotos actuais da mesma cidade (vê-se bem na segunda foto abaixo, Xangai em 1987 e Xangai em 2013):

DSC01144

DSC01145

DSC01147

Faz isto com inúmeras cidades, anda sempre a ver a evolução e a expansão seja de aglomerados ou de redes urbanas (comboios, metro, etc., etc.) e depois constrói as suas cidades (em variados programas de computador que tem para o efeito, ou mesmo desenhando à mão), com as respetivas redes de infraestruturas e transportes e vai-as ampliando e registando as datas que elege para determinada obra/acontecimento. Algumas vezes resolve passar estes feitos para o papel e regista numa história fabulosa a expansão de determinadas urbes.

 

– E aqui, continuando a explorar o google-maps, sabe como fazer aparecer assinaladas as linhas de caminho de ferro (a preto, na foto), estações e coisas que tais, clicando em algumas opções disponíveis. Encontra tudo, nas cidades, em todo o mundo, com grande rapidez e facilidade já desde há uns anitos. Isto tem sido um interesse “de longa data” que vai tendo sempre novos desenvolvimentos.

DSC01148

 

 

Leave a comment »

Bolas de sabão através das mãos

Caderno Verde

Bolas de sabão através das mãos

Como já devem ter percebido, as bolas de sabão são por aqui uma constante.

Desde pequeno que o Alexandre sente um grande fscínio por estas pequenas bolas frágeis, transparentes e ao mesmo tempo coloridas, completamente voláteis, mas que sobem, sobem e de repente se diluem no ar, ou descem, descem e estouram ao tocar numa qualquer superfície.

Tem sempre tido vários dispositivos (o último até foi em forma de “pistola de bolas de sabão”, ganho no Natal!) para andar nesta brincadeira sempre que se lembre e lhe apeteça, mas agora descobriu, num belo dia a lavar as mãos, que colocando alguma água e muito sabão, consegue fazer bolas soprando através dos seus próprios dedos entreabertos!!! Ora vejam:

20150129_002118

Pronto! Tem passado horas nisto…

20150129_002246

Aqui até deu para fazer duas bolas ao mesmo tempo:

20150129_002251E aqui estava a ver quão grande conseguia fazer uma bola:

20150129_002300

20150129_002309

20150129_002317
Logicamente, passou logo a técnica ao seu amigo G. e puseram-se os dois a fazer bolas ao despique.

20150129_195712

E aqui, resolveram uni-las,  até ficarem coladas uma à outra.

20150129_195924

Experiências mágicas!

:D

 

Leave a comment »

Passeios com a mana Celina

Caderno Verde

Passeios com a mana Celina – Torre de Belém e Setúbal à noite

– Torre de Belém:

Já há anos que queriam ir visitar (subir) a Torre de Belém e andaram a adiar, a adiar. Ali, na zona, já tinham ido ao Museu da Marinha e várias vezes ao Museu da Eletricidade, mas a Torre ficara “de lado”. Desta vez, lá foram: a mana Celina, o Alexandre e o nosso vizinho G., da idade do Alexandre, que sempre que pode nos acompanha nalgumas “atividades”.

Bom, não acharam grande piada, pois disseram que a Torre pouco tinha que ver por dentro. É subir umas escadinhas (eu já sabia, já lá tinha ido numa visita guiada), pouco diferente é que vê-la por fora e a vista lá de cima também não é nada de especial. É bom enquadrá-la na História dos Descobrimentos e pronto (o que já tínhamos feito através de dois livros e de um guia turístico).

A mais-valia foi, sobretudo para os dois mais pequenos, terem ido até lá (para além do comboio e do metro) num dos elétricos novos (como este aqui da foto!). Adoraram!

20150301_162328

 

– Setúbal à noite:

Pois lá foram eles de novo a Setúbal, no comboio de 2 andares da Fertagus, passar a ponte 25 de abril, etc., etc. É uma viagem que gostam de fazer juntos e fazem frequentes vezes. Desta vez saíram de casa tarde e então andaram por Setúbal à noite, foram mesmo até às docas ver a vista de Tróia para o lado de lá e vinham encantados com a vista noturna e todas as luzes dos edifícios novos de Tróia.

Chegaram a casa às 10h da noite!

Não temos fotos! A mana Celina anda em maré de telemóvel económico, cuja câmara não alcançava a maravilhosa vista (e não tinham levado máquina fotográfica, claro está, que o Alexandre tem uma digital, que passou de nós para ele, agora que eu e o pai já a não usamos, porque os telemóveis dão mais jeito.

Leave a comment »

“Desmontando o Cosmos”

Caderno Verde

“Desmontando o Cosmos”

É mais uma série de documentários, que andamos agora a ver no Discovery Channel.

O primeiro que vimos (que já não era o primeiro episódio da série, começámos com o 3º, cada episódio é de cerca de 1 hora) foi um sobre Meteoritos.

O segundo foi sobre Marte e todas as “idas a Marte” e a preparação para uma futura presença humana em Marte (isto porque até agora só mandámos para lá aparelhos que sondam e registam determinadas características do planeta).

O terceiro, sobre Cometas, desmontando os cometas, de que é feita a sua cauda, o seu interior gelado, etc., etc.

O quarto episódio está agora a gravar (tem dado às segundas à noite), portanto ainda o não vimos e é sobre Mundos Alienígenas, o que quer que isso queira dizer, que ainda não sabemos…

Ver estes documentários gera algumas discussões no final, pois o Alexandre relaciona várias coisas que lá são ditas com outras que já conhecia (algumas das quais aprendeu com aquela série “Porquê” cujos vídeos possuímos e ele viu muitas vezes. E suscita-lhe dúvidas e vamos pesquisar mais coisas à internet e… há pano para mangas!

:)

Leave a comment »

Mais um pouco de História e de histórias…

Caderno Verde

Mais um pouco de História e de histórias…

Já cá faltava um pouco de Descobrimentos.

Não é uma questão de falta de imaginação (já falámos deste jogo e destes livros de História de Portugal (que são 4), mas quando os “recursos” são bons e atractivos, há sempre um apetite de voltar a eles.

Daí que mais leituras, mais rotas, mais mapas, com um sotaque francês!

:)

E mais comida e mais cheirinhos para distinguir (as caixinhas têm mesmo o cheiro das especiarias lá dentro).

DSC09110 DSC09111 DSC09112 DSC09113 DSC09114 DSC09115 DSC09116 DSC09117 DSC09118 DSC09119 DSC09120 DSC09121 DSC09122 DSC09123 DSC09124 DSC09125 DSC09126 DSC09127 DSC09128 DSC09129

E as histórias com História, pois se repararem bem, esta foi uma invenção da autoria do Alexandre sobre a “História da CP” desde 1800 e picos até ao ano 3000 (futurista, o rapaz).

DSC09130 DSC09141 DSC09142 DSC09143 DSC09144 DSC09145 DSC09146 DSC09147 DSC09148 DSC09149 DSC09150 DSC09151

Entretanto desencantámos mais uns livros de História (que já eram do pai _ desencantámo-los em casa da avó), um sobre os Estados Unidos da América e outro sobre os Romanos, voltámos aos restantes (restantes para além dos dos Descobrimentos) de História de Portugal e aproveitámos um artigo de uma revista, sobre os Açores que o Alexandre gosta de saber quais são todas as ilhas do arquipélago (deste e de outros) e as suas características.

DSC09152 DSC09153 DSC09154 DSC09155

 

Leave a comment »

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.