Sugestão

Bom dia!

Hoje quero aqui deixar uma sugestão a todos os pais que gostam de participar em actividades juntamente com os filhos.

Isto porque, são muito poucas as coisas que sejam dirigidas para todas as idades.

E também porque, em conversa com mais famílias que praticam o ensino doméstico, “falámos” já um pouco sobre isto (no fórum do grupo do ensino doméstico), como é difícil podermos ir fazer uma sessão de ginástica juntos, pais e filhos (ou tios  ou avós), por exemplo, quando praticamente toda a oferta de actividades orientadas são compartimentadas por “faixas etárias” ou em crianças, adultos e “terceira idade”.

Tenho também falado com mais famílias, cujos filhos andam na escola, mas que gostariam de, ao fim-de-semana ou em algum “tempo livre” praticar uma actividade juntos.

Por exemplo, uma vez fui experimentar uma aula de Yôga com a professora da Catarina (a Catarina costuma praticar Yôga) e levei comigo o Alexandre, a convite da professora. Ele fez grande parte dos exercícios e os que entendeu não fazer não fez. Gostou muito e todos pudémos usufruir de bons momentos. Também aconteceu um pouco com as aulas de Natação, naturalmente enquanto era pequeno íamos ambos para dentro da piscina (ou ia com o pai ou com a irmã) e uma professora orientava com exercícios engraçados (uns ele fazia, outros não, conforme gostasse ou não gostasse), mas quando cresceu, as hipóteses passaram a ser, ou ter aulas com um professor, sem que eu estivesse também ao mesmo tempo dentro da água ou irmos os dois, sem professor. 

Mas tal como estas actividades isto poderia estender-se a muitas mais como aulas de pintura, de música e umas quantas coisas possíveis!

dsc008211dsc00859

 

 

 

 

dsc00845

Hoje em dia,  realmente não há quase nada direccionado para que possamos praticar actividades juntos quanto mais “aprendermos juntos” algumas “matérias” ou desenvolvermos projectos, mas sinto que é perfeitamente possível isso acontecer desde que as pessoas se habituem à ideia de querermos praticar pintura juntos ou aprender sobre fotografia ou o que for,  porque cada vez vão aparecendo mais pessoas com as mesmas “necessidades” . E então se o ensino doméstico crescer…

 Será viável, eu penso que sim, imaginem por exemplo que a avó sempre sonhou ter aulas de ballet e nunca teve e agora que até está reformada e tem disponibilidade e poderia ir com a neta praticar um pouco, juntamente com outras pessoas de várias idades que também estavam a iniciar essa prática!

O que eu penso é que se começarmos a mostrar a nossa vontade de que existam mais actividades onde possamos desenvolver coisas em conjunto (não só deste tipo que eu referi, mas suponhamos que existe um projecto na minha cidade onde um organismo resolve fazer acções ambientais onde possa ir toda a família participar, dar ideias e até encontrar soluções para determinado tipo de problemas), então dizia, se começarmos a mostrar essa nossa predisposição, o “mercado” quererá certamente adaptar-se.

Portanto, a minha sugestão, muito básica e inicial: como hoje em dia
há livros de sugestões em todo o lado, cada interessado pode deixar em qualquer centro, clube, “escola”, que frequente, uma proposta para que, nessa área de actividade, passem a ter sessões dirigidas a todas as idades. Algum visionário pode querer experimentar oferecer o que propomos! 

Beijinhos e belas propostas! Até para a semana, dia 25, Lua Nova!

 

Caderno Verde

Make Your Own Model Railway

Ora aqui está um jogo para o computador muito interessante, para quem gosta de comboios, como o Alexandre.

Foi o pai, Pedro, que descobriu este jogo. Já há um aninho atrás e desde logo o Alexandre começou a explorá-lo, a fazer umas quantas “operações” e hoje já trabalha nele como qualquer professional de Autocad!  🙂

dsc003811

dsc00837

O jogo não tem a ver com o Autocad, mas quando vejo jogá-lo, verifico que a estrutura é parecida com esse programa de desenho, tem muitos “comandos” parecidos e muitas operações parecidas.

Basicamente ele tem que escolher em vários menús rectas e curvas e demais elementos para construir uma linha férrea.

dsc00370dsc00836

E depois escolhe o “ambiente”, montes, vales, mar, lagos. E coloca mais elementos, túneis, pontes, casas, oficinas, depósitos, pessoas (as que andam a construir, diz ele 🙂 ) , ilumina os caminhos, sei lá que mais, um mar de possibilidades!

dsc00843

dsc00384dsc00389Tem que escolher os elementos, colocá-los nos locais que pretende, rodá-los, às vezes…

dsc00844

dsc00826

E escolhe as locomotivas e as carruagens, muda o ângulo de visão (a perspectiva – até pode colocar a câmara dentro do comboio), põe o comboio a percorrer a pista que construíu.

dsc00838dsc00831

E depois grava. Tem muitos trabalhos diferentes!

Anúncios

2 Respostas so far »

  1. 1

    Muito boa ideia, Isabel, deixares essa sugestão da prática conjunta de actividades (como sabes, eu também sou praticante). Infelizmente, sou um pouco mais pessimista do que tu… vejo tanta gente a falar do “me time”, que não me parece que a ideia se generalize. Mas acredito que entre as pessoas que têm interesse em visitar blogs como este, ainda que uma minoria, a sugestão tenha êxito!
    Em relação ao jogo, que me pareceu muito giro, está disponível na internet, ou é dos que se compram?

  2. 2

    isabeldematos said,

    Ana, desculpa, aprovei o comentário mas não deu para responder logo…

    Em relação ao jogo, está disponível na internet, mas para compra (podes fazer o download, pagando). O Alexandre começou por jogar uns disponíveis na internet gratuitamente, com comboios, do Ruca, também são giros e muito coloridos, embora muito mais simples (o princípio é na mesma escolher peças de vários formatos e encaixá-las, embora numa “estrutura” já pré-definida; o”Make Your Own Railway” tem um grau muito maior de liberdade e criatividade, embora o faça trabalhar com conceitos geométricos, espaciais e mesmo matemáticos…)

    Em relação à Sugestão e ao que dizes de seres mais pessimista que eu… não sei se estou a ser optimista, não sei se se vai generalizar a ideia, pode ser que sim, pode ser que não. Também oiço muito falar do “me time”, mas isso para mim é uma questão de perspectiva (já explico); por outro lado, cada vez vejo mais pais (homens) a estar com os filhos, passear com eles, brincar com eles (ainda ontem ao dar uma olhadela ao blogue da jornalista Laurinda Alves, http://laurindaalves.blogs.sapo.pt , deparei-me com um post em que ela coloca fotos de um pai com a filha no Jardim da Estrela a observarem os patos e faz umas observações engraçadas e carinhosas – o post chama-se “Um pai com a sua filha no lago dos patos” e foi publicado a 14 de Fevereiro (dia do meu aniversário 🙂 ), para além de continuar a conhecer muitas mães que gostam também de brincar, estar, desfrutar, levá-los consigo para todo o lado.

    Quando dizia que o “me time” é uma questão de perspectiva, eu vejo assim: às vezes é um grito sobretudo de algumas mães que sempre arcaram com a responsabilidade de “estar presentes” em relação aos filhos, para tentarem sair do sufoco em que se sentem metidas. Mas na verdade, cada um tem sempre tempo para si, mesmo quando se está acompanhado, é o seu tempo, é o tempo que escolhe (às vezes fazemos é escolhas que não são baseadas no querer, no prazer, no amor, no carinho, mas sim num sentido de dever e obrigação que é unicamente da nossa responsabilidade estar ou não a senti-lo e a segui-lo).

    Tu por acaso sentes que não tens tempo para ti? O que é ter “tempo para ti”?
    Eu sinceramente não sinto que não o tenha, mesmo quando estou todo o dia com o meu filho mais novo; há dias que passo várias horas sem estar perto dele, porque a forma que arranjámos para nos ser possível o homeschooling tem a ver com uma “natural distribuição de tarefas”, digamos assim, precisamos também é de usar de uma boa dose da nossa criatividade. Quando vi o filme “A Marcha dos Pinguins” (viste? É um filme francês lindíssimo…), ao ver a “organização familiar” dos pinguins, só me lembrava de mim e do Pedro, quando um chega, o outro vai, havendo sempre um que fica com a cria, mas depois há uns momentos em que estão todos juntos e felizes e a felicidade ainda é mais completa!

    Como deves ter percebido algures por aqui pelo blogue, também somos “adeptos do Cosleeping”, isto é, o Alexandre dorme connosco. Numa entrevista que a Natália que às vezes falo aqui no blogue (a Nat do fórum do grupo do ensino doméstico) deu à revista Pais & Filhos, sobre o tema, a dada altura perguntam-lhe algo como “e então a intimidade do casal?”, ao que ela responde com muito bom humor “Há mais divisões na casa!…”; no outro dia estava uma vizinha minha a fazer-me uma pergunta parecida, quando em conversa (a propósito de termos comprado uma cama nova 🙂 ) falámos sobre o Alexandre dormir connosco, e eu respondi-lhe que é assim que sentimos ser natural e que usando da criatividade e saindo um pouco das rotinas (não é só à noite que há momentos de intimidade, até porque os horários de cada um lá em casa não são de todo convencionais e acabamos por nos conjugar todos!) há tempo para todos e para tudo 😉

    Por isto tudo, o “me time” para mim, é muito relativo e mesmo uma questão de perspectiva. À medida que as pessoas vão optando por fazer o que gostam, o que lhes desperta o interesse, o que lhes faz sentido, estar com que gostam de estar, vão começando a sentir que o tempo é ao mesmo tempo de todos e de cada um!… 🙂 Tudo se encaixa, tudo está interligado, é só estarmos tranquilos e ir “trabalhando as coisas” `que a dada altura valorizámos e nos fizeram sentir separados, desligados, solitários, vítimas, predadores, sei lá que mais… (isto “aprendi” com o Robiyn 🙂 ).

    Beijinhos, muuuiiiito obrigada pelo teu comentário!
    Isabel


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: