Archive for Novembro, 2010

Convite vindo do círculo materno de Lisboa da Maternar

(foto de há 7 anos atrás, já publicada neste blog no post “Os 1ºs Momentos”)

 

Boa noite a todos!

O grupo de mães de Lisboa do projecto Maternar, convidou-nos a participar numa das suas reuniões, querendo desta vez abordar o tema do ensino doméstico e desejando que pais que o pratiquem partilhem, na reunião, a sua experiência, por terem, no grupo, pais interessados nesta opção.

Aceitámos, com todo o gosto, e disponibilizaram-se também a participar mais algumas famílias cuja opção educativa passa pelo ensino doméstico.

O encontro está agendado para o dia 4 de Dezembro, em Benfica.

Alegra-nos saber que o ensino doméstico tem suscitado aos pais dos bebés de hoje um interesse crescente como possível opção para os anos de escolaridade que advirão.

Grata, Maternar, pelo convite. E grata a todos que ao enveredar pelo ensino doméstico têm partilhado as suas vivências (nos grupos, nos blogs, nos encontros) e a todos vós que nos lêem e com quem partilhamos alguns dos nossos momentos.

Abraços para todos

Isabel

x

Caderno Verde

Momento Musical

A sessão produzida pelo Alexandre a sua amiga M.

Para além destes dois instrumentos experimentaram muitos outros.

Ritmo não faltou. Muitas vezes também dançam (ou dançamos, que eu também entro na dança, gosto… e também gosto de tocar, mas desta vez só observei os pequenos músicos)

Alguns dos outros instrumentos musicais que utilizaram:

🙂

Anúncios

Comments (1) »

“Brincar com o Mundo”

Olá a todos!

De novo o título do post de hoje se refere ao apontamento no Caderno Verde.

Deixo-vos, no entanto, um link para uma reportagem interessante, intitulada “Regresso ao Campo”, que passou na RTP e que a Lídia (sim, a nossa amiga, do blog Ecojóias) partilhou com os amigos, no facebook.

RTP – REGRESSO AO CAMPO.

Obrigada, Lídia! Não tinha tido a oportunidade de ver e gostei muito.

Beijinhos a todos, até para a semana

Isabel

x

Caderno Verde

Mapa-mundo

Há dois meses atrás, na época em que muito se compra para o “regresso às aulas” e os hipers (mercados) abarrotam de material escolar, apenas comprei esta base de escrivaninha este ano, que cá em casa não serve de base e sim como outro mapa qualquer.

Eu tenho um no trabalho, muito parecido com este, que uma amiga me ofereceu e cada vez que o Alexandre lá vai, “anda de volta” dele. Por isso, assim que vi este, resolvi que era uma “boa compra da época”. E de facto, tem tido muito sucesso.

Quando lhe apetece “brincar com o mundo” (também temos um globo-candeeiro que já aqui mostrei antes ou no Pés Na Relva, mas também acha piada a este,”Brincar com o Mundo” plano, diz que é “a Terra, esmagada” _ querendo dizer “espalmada”), passamos uns momentos em que é ele, como de costume, que me faz as perguntas:

“Mãe, sabes qual é o maior país do mundo?”_ e logo me mostra a Rússia. _ “E o segundo maior?” _ e vamos comparando os tamanhos, assim, “a olho”.

Também olhamos para os mais pequenos (ele queria descobrir um mais pequeno que Portugal e démos com a Suíça e com a Holanda…)

E logo a seguir, nova pergunta:

“Mãe, agora diz-me onde encaixam os países.”

Eu não estava a perceber onde é que ele queria chegar.

“Estás a ver, mãe? Estes (os da América do Sul, à esquerda) encaixam nestes (os de África, logo à sua direita) e aqueles ali em cima (Canadá), parece que não encaixam, mas encaixam ali (na zona do Mediterrâneo e “os recortes” de cima a entrar pelo Mar do Norte…), estás a ver?”

Sem nunca ter ouvido falar na tectónica de placas, com os seus “olhos de encaixar peças de puzzles”, eles descobrem isto sozinhos. Quando contei à mana Catarina ela também me disse que tinha descoberto o mesmo, sozinha, quando era criança.

Comments (2) »

“Sopas de Letras” à la carte

Olá! Vivam!

Este post desta semana vai concentrar-se na parte do Caderno Verde.

Gostaria, no entanto, de vos lembrar de passarem pelo blog “Aprender Sem Escola” onde a Paula nos inunda com informação internacional sobre o ensino doméstico, pelo blog “Orca – observar, recordar, crecer y aprender”, onde a Marvan partilha tão simplesmente as actividades que vão desenvolvendo em ensino doméstico, ela com os seus dois filhos, e para irem lendo as já algumas edições (uma vintena) do Carnaval de blogs dos nossos amigos que educam em casa em Espanha.

Beijinhos a todos, até para a semana

Isabel

x

Caderno Verde

Mais “sopas de letras”

Aproveitando o seu mais recente interesse que já partilhei no Caderno Verde do último post, resolvi elaborar eu umas “sopas de letras” personalizadas, isto é, usando palavras que lhe sejam familiares e lhe digam algo.

Fiz dois conjuntos: um com letras maiúsculas e outro com minúsculas, que ele conhece menos.

Já se entreteve a resolver duas das “sopas”, a com os nossos nomes fez muito rapidamente, mesmo sendo em minúsculas.

Vou ter que imprimir mais umas, com novas palavras…

Comments (5) »