Queridos manos

Vivam bom dia! E continuação de Boas festas!

Queridos manos é o estado de graça entre o Alexandre e tudo o que os seus “manos” são e lhe proporcionam. Sim, o Alexandre tem duas manas, mas o companheiro da mana Catarina que ele conhece desde que nasceu, é também por ele considerado seu mano. O Alexandre adora interagir com eles e todos eles são bem mais velhos (de corpo, de alma são companheiros sem idade e mantêm a sua bela inocência e espontaneidade). Aqui ficam uns pequenos exemplos mais recentes, pois este estado de graça tem-se mantido em toda a vida do pequeno.

Desde que a mana Catarina e o Bato foram viver para uma outra casinha que agora há um pretexto muito válido para de vez em quando o Alexandre “dormir fora de casa” e lá vai ele dormir em casa deles, os três na mesma cama, quase que em acampamento e brincadeira pela noite dentro: querido Bato, para além de todas as brincadeiras de imaginação que fazemos juntos e tudo o resto, adoro jogar Master Mind contigo, lá na vossa casinha.

DSC06797

DSC06798

DSC06799

A mana Celina é estudante universitária num curso de engenharia e está sempre muito ocupada; no entanto, o Alexandre faz uma festa cada vez que ela se encontra disponível, nem que seja por uns pequenos momentos. Ele adora que ela lhe explique tudo, sair com ela nas mais variadas “aventuras” e muitas outras atividades, mesmo as mais curriqueiras. Querida mana Celina: adorei fazer panquecas contigo e depois anotarmos a nossa receita.

DSC06810

(eles gostam mais de anotar as receitas em esquema, colocando as imagens dos ingredientes e as respetivas quantidades; esta foi feita num papel dobrado em placa identificadora, para ficar sobre a mesa junto às panquecas a identificar o que levam)

DSC06811

DSC06812

DSC06813

DSC06814

DSC06815

E querida mana Celina, também gostei muito que me explicasses o que é a impulsão depois de termos estado no banho de imersão a ver emergir os nossos brinquedos.

DSC06816

E querida mana Celina, eu tinha ido buscar de novo as peças do puzzle dos planetas para o voltar a montar, com o objetivo de engendrar um novo jogo a passar-se no sistema solar (o puzzle passou a ser o tabuleiro do jogo). Adorei que fosses a minha companheira neste intrincado e complexo jogo e de anotares todas as regras que para ele inventei e teres jogado comigo duas tardes inteirinhas!

DSC07110

DSC07129

DSC07130

DSC07131

DSC07168

DSC07169

DSC07172

DSC07184

DSC07186

DSC07190

DSC07191

E tu, querida mana Catarina, contigo faço muitas coisas! A mãe ainda não colocou aqui (mas vai colocar, depois), como brinquei contigo às escolas e aos personagens_ quando fazes de senhora professora, de senhor cabeleirrrrreiro (frrrancês!), de senhora cozinheeeera, quando me ajudas com o meu novo “canal do Alexandre” e participas nos meus blocos informativos. E agora no Natal, mana Catarina, adorei preparar e encenar contigo o nosso espetáculo e decorar as minhas falas e a cantiguinha de Natal… foi giro, não foi? Os nossos espectadores (mãe, pai, avó Rosário e a nossa vizinha e amiguinha M.) adoraram! Ainda bem que o pai filmou, que assim ficou tudo registadinho e nos dias seguintes estivémos a ver o “filme” do nosso espectáculo, em dois actos _ o 1º representado no dia 24 e o 2º no dia 25 (com distribuição dos presentes), já com a presença do Bato que é sempre o nosso Pai Natal: “O Pai Natal aterrou na Lua” (1º acto, personagens: “Mãe Natal” – Catarina; “Rena Rodolfo” – Celina; “Astronauta” – Alexandre. 2º acto, personagens: “Pai Natal” – Bato; “Mãe Natal” – Catarina; “Rena Rodolfo” – Celina; “Astronauta” – Alexandre; “Duendina” – M.)_ a M. no 1º dia foi espectadora e no segundo passou a Duendina…

😉

059

060

061

062

064

(ah! E o Alexandre também fazia de apresentador…) (fotos do 1º acto)

Achámos muita piada à caracterização, as suas sobrancelhas ainda duraram até ao dia seguinte, para o 2º acto…

DSC07245

 

E para todos vós o melhor 2013 de sempre!!! Mil beijinhos, até lá!

😀

DSC07271

1 Response so far »

  1. 1

    […] E andam os três (manos) muito em segredo (eu e o pai não podemos saber, “estar por dentro”) a preparar/ensaiar a peça que vão representar este ano no Natal, cá em casa, como tem sido habitual (aqui o que partilhei do Natal passado). […]


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: