Conversas II

Caderno Verde

Conversas II

Conversa 1

Entre o Alexandre e a sua mana Celina.

Como a conversa não foi entre mim e ele e não a ouvi totalmente, apenas umas partes, não posso ralatá-la em forma de diálogo como o fiz em Conversas I há uns dias atrás.

A Celina contava ao Alexandre que tinha estado numa aula de robótica onde havia “Legos”!!! Construíam algo em peças de Lego (como uma escavadora, por exemplo) e transformavam-na num pequeno Robot, introduzindo um programa que faria a escavadora andar, parar se encontrasse um obstáculo, levantar o braço, etc., etc.

O Alexandre (que sempre gostou de construções com peças da Lego) ouviu tudo com muito interesse e ia perguntando sobre os vários pormenores narrados pela irmã.

A dada altura, ouviu-o perguntar: “Mas ainda não percebi como é que fazem esses módulos de programação. Os que fazem andar, parar, levantar o braço…”

E ouvi a Celina responder: “Então, é muito fácil, é assim…” _ e pegou num papel e caneta e esteve a explicar ao Alexandre os blocos simples de programação.

(Nota: só consegui uma foto depois, já o papel tinha apanhado um banhinho de água _ e como tal aparece em fundo aquoso o desenho que estava no verso da folha)

DSC09374

DSC09375

DSC09376

Não sei se ele percebeu tudo ou não, mas sei que pelo menos alguma coisa percebeu.

E que depois desta sessão, vimos por acaso um documentário do Discovery ou do Discovery Science sobre a invenção dos legos, os primeiros legos e um pouco da sua história até aos dias de hoje.

DSC09350

DSC09351

E que dias depois o Alexandre voltou às suas grandes construções, que já sofriam de um interregno de alguns meses.

DSC09352

DSC09353

DSC09354

DSC09355

DSC09356

DSC09357

DSC09358

DSC09359

DSC09360

DSC09361

DSC09362

E que entretanto ainda, também nos deparámos com um documentário no Discovery sobre robots em Lego e vimos e ele não me deixou apagá-lo depois, pois quer que a irmã o veja, impreterivelmente.

Conversa 2

Entre o Alexandre e o pai.

Outra que também não apanhei toda e que por isso narrarei como puder…

😉

O pai trazia um computador de um cliente para diagnosticar o problema e solucioná-lo. Não sei a que propósito começou a conversa, pois isto é frequente e o Alexandre já tinha observado várias vezes o pai a “abrir computadores”. Sei que de repente, interessado no seu funcionamento, lhe começou a perguntar tudo e mais alguma coisa e pedia ao pai que lhe dissesse como funcionava tudo e o nome das peças e para que servem as ventoinhas e às tantas ouvi o Pedro perguntar-lhe, “Então, diz lá, onde está a memória RAM? E o disco rígido? E a motherboard?” E o Alexandre apontava e fazia mais perguntas (perguntas e respostas que eu já não entendi).

🙂

DSC09319

DSC09320

DSC09321

DSC09322

DSC09323

DSC09324

DSC09325

DSC09326

DSC09327

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: