Archive for Entrevista

MEL (Movimento Educação Livre)

Vivam!

É uma notícia em trigésima mão, uma vez que a associação foi fundada em Novembro do ano passado. Hoje, reunidos mais elementos, inclusivé o primeiro boletim da MEL, on-line, pareceu-me bem juntar alguns links e divulgar aqui no blog (pois nas redes sociais já temos trocado informações).

No site da MEL podem ler como surgiu a ideia e logo depois a associação:

“Associação MEL – Movimento Educação Livre surgiu a partir de um encontro de comemoração do IFED – International Freedom in Education Day (Dia Internacional da Liberdade na Educação), acompanhando o movimento que se tem vindo a refletir em toda a Europa, e na sequência da Conferencia Europea sobre la Educación en el hogar, realizada em Espanha em setembro de 2011.”  (continua…)

A MEL tem ainda página no facebook.

E preparou este Questionário on-line para reunir sugestões dos praticantes do Ensino Doméstico por forma a ser preparado um documento e interagir com o Ministério da Educação.

E este mês, saíu o primeiro Boletim da MEL, on-line (dele faz parte uma entrevista que a MEL fez à autora do blog “Aprender Sem Escola”, Paula Jardim, que foi uma grande impulsionadora na divulgação do ensino doméstico praticado em todo o mundo, em português):

Gostaram?

Vou aproveitar ainda para divulgar a contribuição de uma família em ensino doméstico, residente no Porto, para o Portal da Educação (é da Marta, do “Caminhando Juntos”).

Obrigada a todos os intervenientes nas ações que hoje divulgo, pelo belo trabalho, feito com o coração.

E um abraço a todos.

Isabel

Anúncios

Comments (2) »

Reportagem sobre o ensino doméstico em Portugal

Boa tarde a todos!

No dia 16 de Maio, Domingo, saíu na revista Notícias Magazine do Diário de Notícias e do Jornal de Notícias uma reportagem sobre o Ensino Doméstico em Portugal, para a qual foram entrevistadas quatro famílias (entre as quais, a nossa).

Queria colocar aqui o link para a reportagem on-line, mas passados estes dias todos já foi retirada da página. Disseram-me que ainda pode adquirir-se a revista na loja do DN em Lisboa, bastando referir a data.

Ficámos contentes com a abordagem das duas jornalistas, Eduarda Sousa e Gabriela Oliveira, que abrangeu vários aspectos do Ensino Doméstico, retratou um pouco as diferenças e os pontos comuns de cada família e completou com alguma pesquisa, “referindo números” de famílias em Portugal em Ensino Doméstico e estudos levados a cabo noutros países onde esta “forma de aprendizagem” é mais comum.

O nosso obrigado a Eduarda e Gabriela pela forma como conduziram e desenvolveram o seu trabalho.

Um grande abraço e até para a semana, dia 4 de Junho, Quarto Minguante!

Reeditando em 1 de Junho:

Um simpático pai interessado no Ensino Doméstico que leu a reportagem que refiro neste post, enviou-me o link onde podemos ainda aceder à reportagem on-line. Obrigado Nelson! Aqui fica:xhttp://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:WDI76HDPucgJ:dn.sapo.pt/revistas/nm/interior.aspx%3Fcontent_id%3D1570098

Caderno Verde

Praia _ passeio e dramatização

A aproveitar o sol e o calorzinho que já se fizeram sentir e o podermos levar connosco duas das nossas vizinhas, lá fomos a Tróia, passeio que tem como “ingrediente principal” a travessia de barco.

À chegada, o barco a encostar nos pneus!!! (o cais agora já é diferente dos primeiros passeios que o Alexandre deu a Tróia…)

E à volta, há quem siga à frente a deixar uma linha feita com a pá para quem vem atrás se não perder no caminho…

É uma pista…

Uns dias depois, recria-se a praia na sala cá de casa; é uma brincadeira e ao mesmo tempo uma encenação: o pareo a fazer de toalha, o chapéu de chuva a fazer de chapéu de praia, e almofadas “de areia” bem confortáveis para ajudar à leitura:

Comments (4) »

Entrevista no Centro Vegetariano

Olá a todos!

Para quem se interesse pelo tema, o Centro Vegetariano fez-me uma entrevista como mãe vegetariana com filho “vegetariano desde a gestação” que se encontra para leitura no site do centro vegetarianoFica aqui também o link directo para a entrevista.

Obrigada à Cristina Rodrigues, condutora da entrevista e a toda  a equipa do Centro Vegetariano pelo seu incansável trabalho na divulgação do vegetarianismo em Portugal.

E obrigada ao Robiyn, por todo o trabalho que tem desenvolvido em Portugal e em muitos outros países deste Planeta e, na parte  que diz respeito ao vegetarianismo, por me ter levado a despertar para os valores éticos que me tocaram de tal forma que me tornei vegetariana.

Beijinhos

Isabel

Comments (4) »