Posts tagged aniversário

Uma das vantagens do Unschooling e Mais aniversários

Caderno Verde

Uma das vantagens do Unschooling e Mais aniversários

Estávamos os dois, eu e o Alexandre, a ver um vídeo na internet sobre a Expo 98. Isto porque já tínhamos visto um sobre a construção da linha de comboios sob a ponte 25 de abril e a sua inauguração e andávamos à procura de um sobre a construção da estação do Oriente e como esta está ligada à Expo 98, encontrámos então esse vídeo, de 45 minutos, sobre vários passos anteriores à inauguração da exposição. O Alexandre ficou logo interessado em saber todos os pormenores que pudesse saber sobre a Expo, na altura ele ainda não era nascido e adoraria estar lá para ver… Em algumas alturas do vídeo vão assinalando “faltam 500 e tal dias para a Expo’98”, “faltam 365 dias…” (um ano, pois…), até que apareceu “faltam 182 dias…” e o pequeno diz: “São quase mais cem dias que um ano em Mercúrio!”

_Um ano em Mercúrio???” _ pergunto de volta, que isto às vezes o meu raciocínio não o acompanha…

_”Sim, mãe, um ano do planeta Mercúrio são 88 dias dos nossos.”

_”Ah, bom! Percebi… são mesmo 88?”

Pois que eu já estudei isso, claro e talvez até me tenha deparado com o número num destes anos em que acompanho o Alexandre em ensino doméstico, pois ele gosta muito de saber coisas sobre o Universo, a diferença é que nós retemos as coisas que verdadeiramente nos interessam e o resto ficamos com uma vaga ideia. Ele interessa-se mesmo e volta e meia debita estes números e outros conhecimentos que eu fico a pensar “Como é que ele ainda se lembra disto?”.

Esta é, para mim, uma das grandes vantagens do unschooling: realmente “aprender”, porque temos interesse e curiosidade e fazemos as nossas ligações de ideias e acontecimentos e a maior parte das coisas, assim, nunca mais esquecem…

Se estiverem interessados no tal video da Expo 98 que estivémos a ver, foi este aqui.

 

E agora vamos a mais dois aniversários que nos fizeram passar dois dias muito divertidos.

O aniversário do pai, a 14 de maio:

Embora num dia de semana, fomos, ao fim do dia, fazer um passeio divertido como comemoração: irmos todos juntos de comboio até ao restaurante, comermos, cantarmos os parabéns e voltarmos de novo de comboio, numa grande animação (nós os três, as manas, o Bato e dois dos nossos vizinhos). Foram um fim de tarde e noite bem animados!

 

IMG_0324

IMG_0329

20150514_212611

20150514_212726

20150514_215812

(a volta, em cima à espera do comboio e em baixo, a selfie dentro do comboio)…

🙂

 

IMG_0151

O outro foi o aniversário de uma nossa amiguinha, também em unschooling, em sua casa. Lá nos reunimos com a sua família e outros amiguinhos que conhecemos na altura e foi uma diversão pegada. As imagens em baixo são do jogo “Suspend” e do “Catan”.

20150516_180151

(o Alexandre a explicar as regras do Catan a uma nova amiguinha)

20150516_200950

20150516_221338

20150516_221349

Também foi um dia de aniversário muito bem passado! Obrigada a todos!

Leave a comment »

Encontros e reencontros

Olá, vivam!

Pois que os últimos posts têm sido muito sobre desnhos urbanos, passeios, viagens, documentários (e ainda vão continuar), mas temos feito muitas outras coisas, inclusivé estar com pessoas, amigos, família, mais amigos e estes ligados oa Ensino Doméstico e ao Unschooling, etc., etc.

Desde o Natal e fim do ano passado que não falo aqui de festas e bolos e almoços´, lanches e jantares em convívio, mas também porque tenho muitas fotos para selecionar e as coisas aqui no blog vão andando devagar. O passeio de reconhecimento da linha de Azambuja do post passado foi feito em fevereiro, só para terem uma ideia e desde aí tenho muitos outros ainda para relatar.

Então os encontros e reencontros, que não vou contar por ordem, mas talvez por temas:

No Sábado passado, dia 2 de maio, juntámo-nos três famílias praticantes de ED/Unschooling. Aqui em nossa casa. Foi um dia em cheio! Chuvoso, mas em casa brilha o sol! Comidinha da boa, brincadeira, jogos da wiiU, jogo no computador do Train Fever, montagem de pistas de comboio da Lego e muita conversa da parte das três mães envolvidas (também estavam dois pais, muito interessados no jogo do Benfica…)

🙂

20150502_212041

20150502_212112

20150502_212308

20150502_212318

Na Páscoa, tínhamos também estado com uma destas famílias, dessa vez em casa deles, também com muita troca de informações, de coisas feitas, interesses, conversa e brincadeira.

Também houve as festas de aniversário, em fevereiro, a minha e a da mana Catarina. Como fiz 50 anos, os meus filhos e maridinho e genro(!), que esse foi incansável, foi de propósito a Coimbra buscar a minha mãe e uma amiga minha que eu já não via há tanto tempo para me fazerem uma grande surpresa! Também vieram os meus primos, de Coimbra (que desistiram de uma ida à neve só para estar comigo) e uns queridos amigos que vivem no Reino Unido, mas estavam por cá na altura. Foi uma festa muito divertida, jantar, bolo de aniversário feito pelas filhotas (e que coincidiu com a comemoração do Dia dos Namorados, que eu faço anos nesse dia). Jogámos Dixit no final e a minha amiga que eu já não via há muito tempo disse-me que já não se divertia tanto há muito tempo…

🙂

20150214_231022

20150214_231453

A festa da Catarina foi também boa, familiar, acolhedora… experimentámos umas “lemon bars” feitas por mim amontoadas em castelo e decoradas com marshmallows que ela adora… as lemon bars ficaram aprovadíssimas!

🙂

20150224_214026

20150224_214055

20150224_214219

20150224_214225

E agora há menos dias (também no fim de semana passado logo no dia após ao nosso encontro de “famílias em ED”) foi o Dia da Mãe! Os meus queridos filhotes fizeram-me um pequeno almoço daqueles muito grandes que serviu de almoço e de lanche também, com panquecas, scones, ovos mexidos com feijão em molho de tomate e salsichas de soja fritas, muito chá… são uns queridos! E deram-me uma orquídea azul (porque eu adoro a cor) para além de outros presentes.

20150506_153944

Leave a comment »

De Janeiro a Julho de 2014 – Parte IV

Caderno Verde

De Janeiro a Julho de 2014 – Parte IV – Praia, Feira, Pinturas, Aniversários, Prendas…

 

Depois de voltarmos de Nova Yorque, mais uns diazinhos de praia,

 

DSC00808 DSC00809 DSC00810

visitar a mana na Feira de Artesanato  (Estoril) onde ela trabalhou de novo este ano a fazer pinturas faciais (e nas mãos e nos braços!),

DSC00823 DSC00824 DSC00825 DSC00826 DSC00828 DSC00831

(uma amostrita das pinturas feitas pela mana):

10517522_10203809381051669_2896852362503666336_n[1] 10547517_10204069072383790_6990153018945808689_n[1] 10547517_10204069072423791_902901751689151627_n[1] 10553323_10204069072463792_2625674552038297657_n[1]

1604965_10204085171346254_1997566088357545456_n[1]

1374883_10204089813982317_1810535491732300938_n[1]

o aniversário do Bato (a 4 de Julho) e o seu próprio aniversário, a 12 de Julho, dia em que nós aqui, em unschooling, consideramos o final de um ano “lectivo” e o começo do seguinte (isto apenas para os registos que temos que apresentar, pois para nós (e para o Alexandre!), assim realmente, não existem “anos lectivos”).

O aniversário do Alexandre, é sempre muito divertido, são as manas as autoras do bolo, vêm alguns amigos, muita brincadeira, jogos, conversas, comida.

Este ano o bolo era baseado nos fimes “Lillo & Stich“, passados no Havai. As manas são muito talentosas, de facto!

DSC00847 DSC00850 DSC00851 DSC00854 DSC00855 DSC00856 DSC00857 DSC00858 DSC00865 DSC00870 DSC00874

 

Jogámos muito às cartas com o baralho novo trazido de Nova Yorque cheio de imagens de Nova Yorque (que o Alexandre adorou…)

DSC00879 DSC00880 DSC00881

 

e também lhe ofereceram, de entre muitos outros presentes, este microscópio (ainda não tínhamos) para as nossas aventuras científicas.

DSC00882DSC00883

 

Leave a comment »

De Janeiro a Julho de 2014 – parte II

Caderno Verde

Castelo, ginástica, culinária, preparação da viagem, desenhos, praia, projeto sobre o crescimento populacional…

Fomos algumas vezes andar de comboio até à estação do Oriente em Lisboa ou até Setúbal. E em Abril fomos também até Castelo Branco (terra da avó, eu e o Alexandre fomos e voltámos de comboio, enquanto o pai, a avó e o primo foram de carro _ é que o Alexandre enjoa imenso a andar de carro e assim juntamos o agradável da viagem pelas suas vistas maravilhosas e temos viajado assim), passar as férias da Páscoa com o primo e visitámos o castelo de lá, que ainda não tínhamos visitado.

DSC09982 DSC09983 DSC09984 DSC09988 DSC09989 DSC09995 DSC09998 DSC09999

DSC00002 DSC00003 DSC00005 DSC00006 DSC00008 DSC00009 DSC00013 DSC00016 DSC00017 DSC00028 DSC00030

(a avó babadinha com os seus netos…) DSC00031 DSC00033

(mapas, pois claro!) DSC00034 DSC00035 DSC00039

(já a caminho da terra da avó…) DSC00040

Este ano, o Alexandre tem brincado mais com esse seu primo (cerca de 4 anos mais velho que ele) e com o nosso vizinho, que é da sua idade (com esse tem brincado quase todos os dias e ele também tem ido connosco a alguns passeios e até jantar fora connosco, etc.).

E continua a gostar de uma boa “Caça ao tesouro”… Esta, ele e o nosso vizinho, prepararam-na para mim!       🙂

DSC09223 DSC09225 DSC09226 DSC09227

A mana Catarina veio continuar a pintar o seu quadro (aqui há tempos coloquei aqui umas fotos do início da pintura…), é sempre “uma aula” observar alguém a pintar, como mistura as cores, etc., até porque ela pede-me sempre ajuda para alguns pormenores técnicos.

DSC09228 DSC09229 DSC09230 DSC09231

Perto da nossa casa fizeram um parque novo com aparelhos de ginástica e ele tem ido algumas vezes fazer ginástica lá, ora comigo, ora com as irmãs e também com o tal nosso vizinho.

Continua a gostar de cozinhar e então continua a intervir em algumas refeições, ora comigo, ora com a irmã mais velha. E põe sempre a irmã a encarnar a personagem de “chenhoura cozinheira lá do Norte” e é uma animação pegada.

DSC00159

(embrenhado na preparação dos filetes de tofú… a que ele chama, desde pequeno “tofú com casca”!) DSC00160 DSC00161

Entretanto eu fizera anos em Fevereiro, no dia dos namorados e eles (os meus três filhos) fizeram, em conjunto, um bolo para mim, os papéis de embrulho das prendas que me ofereceram (desenharam, pintaram) e uns cartõezinhos em forma de coração; também descobriram, no meio das nossas batatas, uma batata em forma de coração que nos fartámos de fotografar.

DSC09952 DSC09953 DSC09954

DSC00041 DSC00044

Foi também em Fevereiro que começámos a preparar a nossa viagem a Nova York. Comprámos em Fevereiro os bilhetes para Maio, para nos ficarem mais baratos (a quase metade do preço), tratámos do seguro de viagem, dos passaportes e do cartão de cidadão do Alexandre que ainda o não tinha. Fizémos contas aos gastos (temos sorte, porque a estadia foi grátis, pois um amigo emprestou-nos o seu apartamento de lá, para lá ficarmos). Lemos os guias da cidade de Nova York que já tínhamos, démos um caderninho ao Alexandre para ele apontar tudo o que queria visitar em Nova York, o que queria levar para lá, o que queria trazer, as recordações que as irmãs e o companheiro da irmã mais velha queriam que ele lhes trouxesse. E o Alexandre fez as suas pesquisas no Google Earth, como sempre (“visita” sempre todo o Mundo, assim, por fotografia aérea e em 3D _ inclusivé, o nosso Google apresenta as fotos tiradas em vários anos consecutivos, de modo que ele vai observando a evolução da construção de determinados edifícios ou zonas das cidades ao longo de alguns anos. Fez isso, por exemplo, com o One World Trade Center (e muitos outros), mas este, acompanhou essa pesquisa com muitos documentários que foi vendo de toda a construção, bem como do Memorial do 11 de Setembro (ground zero)).

DSC00165 DSC00166 DSC00167

DSC00805

O Alexandre continua a desenhar edifícios das mais variadas formas, em papel (e pintados a canetas de feltro ou a lápis de cor), no computador (em programas como o Lego Digital Design, construções no MineCraft e outros).

DSC00101 DSC00103 DSC00104 DSC00105 DSC00106 DSC00108 DSC00109 DSC00112 DSC00113 DSC00114 DSC00115 DSC00116 DSC00117 DSC00118 DSC00119 DSC00120

Em Maio, começaram os dias mais quentes e fomos à praia

DSC00128 DSC00129 DSC00130 DSC00135 DSC00137

e foi também o aniversário do pai, a 14 (outro bolo!).

DSC00156

(tarte de frutas, porque o pai adora fruta e foi dia de um jogo importante de um campeonato_ o pai gosta de futebol_, daí as velinhas em formato de bola de futebol) DSC00157

Pouco antes do dia da viagem, fomos ao banco comprar dólares americanos e o Alexandre esteve a “relacionar-se” com as verdinhas e a ver como eram e como poderia dar os trocos em dólares e cêntimos.

DSC00162 DSC00163

Também já conhecia de cor e salteado o mapa da cidade e o mapa das muitas linhas de metro da cidade (céus (!), para mim aquilo é uma confusão).

DSC00166

E também praticou várias frases em Inglês.

Ainda antes da viagem, um dia cheguei a casa e ele estava de volta dos mapas do Mundo e da Europa que temos e também na internet a fazer contas ao acréscimo e/ou diminuição da população dos vários países. Um pequeno projecto/trabalho. Isto porque tinha dado no noticiário (e tínhamos comentado em conjunto, uns dias antes) sobre a população de Portugal ter vindo a diminuir e a projecção era que, em 2020 (ou 2030? Já não me recordo bem…), na melhor das hipóteses, teremos passado dos nossos 10 milhões de habitantes para 8 milhões (e na pior das hipóteses para 6 milhões). O facto preocupou-o, mas então lembrou-se que tinha reparado no outro dia, nestas suas contas à população mundial que já tinha feito de outras vezes, que nalguns países a população aumentara, no lugar de diminuir. Então o tal trabalho aturado que se propusera fazer foi, pais a país, com referência aos dados que tinha no nosso mapa do mundo que se referem ao ano de 2012, calcular o aumento ou a diminuição no ano de 2013 (de acordo com os dados que pesquisara na internet para 2013); assim concluíu que, apesar de em vários países a população ter diminuído, no geral, a população mundial aumentou para o que contribuíram países como a China, por exemplo.

DSC00168 DSC00169 DSC00172 DSC00174 DSC00175

 

(continua…)

Leave a comment »

5º Aniversário

Vivam! Bom dia!

Anteontem, 14 de outubro, o nosso blog fez 5 aninhos!

É de comemorar, considero o “balanço” destes 5 anos como algo bastante construtivo.

Parafraseando a Paula do Aprender sem Escola, há cinco anos atrás quando começámos, muito pouco se falava, em português, no Ensino Doméstico, em Unschooling, em Aprendizagem Natural, também razão pela qual este blog nasceu nestes moldes, conforme lerão na página Projeto, aqui na barra superior, redigida em 2008, na “abertura d’A escola É Bela”.

Entretanto também participámos no blog de várias famílias praticantes de Ensino Doméstico, o “Pés Na Relva” que entretanto tem estado em stand by desde o final de 2011.

Entretanto também, mais blogs de famílias foram surgindo e novos “grupos de discussão”, ultimamente dois bastantes activos, no facebook, aos quais também pertenço, “Famílias Em Ensino Doméstico” e “Unschooling em Português”, houve um simpósio sobre Unschooling em Lisboa, com a Sandra Dodd e a Joyce Fetteroll, vindas directamente dos EUA partilhando connosco a sua larga experiência e vamos ter para a semana o 2º encontro da MEL. Oportunidades educativas mais consonantes com o ritmo de cada um estão, portanto, de parabéns, em Portugal!

O meu muito obrigado a todos.

Nós cá continuaremos, muitas vezes agora com um perfil um bocadinho diferente, em ressonância com os “novos tempos” em que toda esta informação se tem propagado e dado alguns belos frutos.

À laia de comemoração, deixo-vos umas fotos das que têm visto por aqui ou pelo Pés Na Relva e que considero de alguma forma bonitas ou significativas, em tempo de celebração.

E como a Escola É Bela faz anos e tem a ver com o Amor, deixo-vos ainda a recordação de dois posts, um de Fevereiro do ano passado, “O Amor É…” e um de Julho do ano passado “O Amor Está em todo o Tempo e em todo o Lugar”

Abraços para todos quantos nos visitam “caladinhos” ou interagindo de alguma forma e parabéns a todos quantos têm perserverado num caminho ditado pelo vosso coração. Dias belos para todos!

Isabel

DSCF6460

DSC08560

DSC08611

DSC08615

DSCF8151

DSC09053

fotografia[1]

DSC08732

DSC08412

DSC08046

DSC07850

DSC07870

DSC07397

DSC07045

DSC02338

DSC02368

DSC01279

DSC03367

DSC03319

pascoa2009-3281.jpg

DSC03696

DSC03686

dsc03748[1]

dsc012351[1]

dsc00518[2]

dsc05050[1]

dsc00363[1]

dsc01839[1]

dsc03446[1]

dsc00720[2]

00000012

DSC02349

000000282

dsc00035

photo-00343

photo-0030

photo-0013

00000023

dsc02348[2]

dsc02378

Leave a comment »

Aventura no Pavilhão do Conhecimento e outra, inesperada

Caderno Verde

Aventura no Pavilhão do Conhecimento e outra, inesperada (ida, sem querer, à Estação de Santa Apolónia)

_ Actividades na 2ª quinzena de Julho, II

No dia 25 de Julho foi dia de aniversário do Pavilhão do Conhecimento. Fez 14 anos.  E a Celina e o Alexandre aproveitaram para passar lá a tarde, já que no dia do seu aniversário a entrada no Pavilhão é grátis.

Foi para aí a 4ª ou 5ª vez , na sua década de vida, que o Alexandre foi ao Pavilhão do Conhecimento. Gosta sempre muito, de ano para ano há sempre algo novo no Pavilhão. De todas as vezes tem ido com a mana Celina (que também gosta muito de lá ir) e foi uma vez com o Bato. Este ano, para além das diversas experiências e demonstrações estava patente uma exposição sobre os Dinossauros.

A viagem para lá foi de comboio, claro está.

E aqui a reportagem fotográfica da sua autoria, pois como não estive presente, não sei relatar pormenores (eles também filmaram uns mini-vídeos, que não consegui carregar para o blog):

DSCF8141

(a viagem até ao Pavilhão do Conhecimento)

DSCF8143

DSCF8144

DSCF8148

DSCF8150

DSCF8151

DSCF8155

DSCF8158

DSCF8161

DSCF8162

DSCF8166

(fizeram um mini-vídeo dele a tocar)

DSCF8167

DSCF8168

DSCF8170

DSCF8171(e também um dos dinossauros a abanar a cabeça, a exposição era bem “animada”)

DSCF8172

DSCF8174

DSCF8175

DSCF8176

DSCF8177

DSCF8178

DSCF8179

DSCF8180

DSCF8181

DSCF8182

DSCF8183

DSCF8185

DSCF8186

DSCF8187

DSCF8188

DSCF8189

DSCF8190

DSCF8192

DSCF8193

DSCF8194

DSCF8196

DSCF8197

DSCF8198

DSCF8199

DSCF8200

DSCF8202

DSCF8203

DSCF8205

DSCF8206

DSCF8207

DSCF8208

DSCF8209

DSCF8210

DSCF8211

DSCF8215

DSCF8216

DSCF8217

DSCF8219

DSCF8220

(muitos fenómenos físicos)

DSCF8223

DSCF8226

DSCF8227

DSCF8228

DSCF8229

DSCF8230

DSCF8231

DSCF8232

DSCF8234

DSCF8236

DSCF8237

DSCF8239

DSCF8240

DSCF8241

DSCF8242

DSCF8243

(esta ilusão de óptica é gira… um bocadinho macabra, talvez!)

DSCF8244

DSCF8245

(a escutar o som)

DSCF8246

DSCF8249

DSCF8251

DSCF8253

DSCF8254

DSCF8256

DSCF8260

DSCF8262

DSCF8263

DSCF8264

DSCF8265

DSCF8266

DSCF8267

DSCF8270

DSCF8271

DSCF8272

DSCF8273

DSCF8276

DSCF8277

DSCF8278

DSCF8279

DSCF8280

DSCF8281

DSCF8282

DSCF8284

DSCF8285

DSCF8286

DSCF8287

DSCF8289

DSCF8290

DSCF8291

DSCF8293

DSCF8294

Entretanto, na altura de voltarem, estavam no Oriente, enganaram -se e apanharam o comboio no sentido contrário, para a estação de Santa Apolónia. O Alexandre vibrou com o engano, pois embora já estivesse lá estado em mais pequeno, é mais usual virmos até à Estação do Oriente e já há uns meses que andava a dizer que queria ir ver a Estação de Santa Apolónia. Foi a tal aventura inesperada (e que aventura, só falava nela quando voltou para casa e mostrava os dois pins com as locomotivas da CP que tinha comprado _ de uma colecção de muitos que ainda quer vir a ter_ lá numa loja de apoio da CP!). Depois mostro-vos os pins num próximo post.

DSCF8307

DSCF8314

DSCF8315

DSCF8321

DSCF8322

DSCF8323

DSCF8325

Um belo dia em cheio!

Comments (3) »

O Bolo e A Festa, a 14 de Julho…

Caderno Verde

O Bolo e A Festa, a 14 de Julho

De há uns anos para cá é a mana Catarina a responsável pelo fabrico e decoração do bolo. E engendra maneiras de concretizar os pedidos “exigentes” (porque dão muito trabalho) do irmão. Antes de fazer o primeiro para o mano começou “a treinar” com os bolos de aniversário do seu companheiro, Bernardo e logo depois teve uma grande empreitada, construir, comestivelmente, o Castelo do Super Mario. Seguiu-se o Bolo-Cidade e este ano, o Estádio onde joga o Zakumi e os seus colegas de equipa (o Alexandre não é nada fã de futebol, mas inexplicavelmente gosta de ver os desenhos animados do Zakumi e então pediu-lhe uma representação desses desenhos…)

😉

E aqui está o resultado (claro que a Catarina acaba por ter ajuda na decoração ou o bolo não fica pronto a tempo; desta vez ajudaram a mana Celina _ na confecção do estádio e dos bonecos_, o Bato, o G. e o próprio Alexandre na demorada tarefa de fazerem bolinhas que representam as pessoas nas bancadas):

DSC08763

DSC08764

DSC08765

DSC08766

DSC08767

DSC08768

DSC08769

DSC08770

O resto da festa… este ano foi menos concorrida que em anos anteriores, pois os primos não puderam ficar até ao dia da festa, por irem de férias e alguns amigos habituais também. Por um lado, a casa agradeceu, ficou em melhor estado  no final!

😉

E o Alexandre, que durante uma parte da festa estava pouco animado, pois esteve muitos dias sem ver o seu amigo Bernardo e neste primeiro dia em que o voltou a ver preferia tê-lo com maior disponibilidade para brincar consigo às suas brincadeiras preferidas, acabou por se divertir, pois lá para o final do dia, cerca das 9h, depois das manas e Bernardo lhe oferecerem o seu presente (um jogo de construção de caminhos e aldeias, com terrenos que produzem/dão determinadas matérias (lã, feno, tijolos, pedras, madeira) chamado Catan), jogaram todos em círculo (ele, as manas, o Bernardo e dois dos nossos vizinhos), divertindo-se à grande (enquanto a M., de 6 anitos, os observava e via alguns filmes muito interessada e eu calmamente conversava com a P.

DSC08794

DSC08795

DSC08796

DSC08797

DSC08798

Uns dias depois, já voltámos a jogá-lo, desta vez eu, o Alexandre e um dos nosso vizinhos, G. Passam-se algumas horas divertidas, porque fazer de descobridores e construtores, demora o seu tempo até atingir os objetivos do jogo! E este tabuleiro é giro, diferente dos outros que temos, é hexagonal!

😉

DSC08841 DSC08842

Também lhe ofereceram este belo carro movido a água salgada (obrigada família F. !) da “Science 4 You”, no dia seguinte ao da festa já o Alexandre andava de volta das instruções…

DSC08771

DSC08772… e este jogo do Monopólio na sua versão “Portátil” (obrigada, G.!), que também experimentámos (eu e ele) jogar no dia seguinte.

DSC08773

O Alexandre de volta das instruções da construção do carro movido a água salgada:

DSC08774

DSC08775

DSC08776

DSC08777

DSC08778

DSC08779

DSC08780

DSC08781

DSC08782

DSC08783

DSC08784

DSC08785

DSC08786

DSC08787

DSC08788

DSC08789

DSC08790

DSC08791

DSC08792

DSC08793

Depois já o mostrou ao G. e ao Bato.

Comments (2) »

12 de Julho de 2013: Uma Década

Parabéns, filhinho!

Quando o seu muito amigo Bernardo lhe telefonou no dia 12 (pois nesse dia ele não podia estar connosco) a dar-lhe os parabéns e lhe perguntou “Quantos anos fazes, mesmo?”, o Alexandre respondeu-lhe, alegremente: “UMA DÉCADA!”

Desde há anos que o aniversário do Alexandre tem sido uma festa maior que as dos casamentos das etnias ciganas, dizemos nós, pois seguramente duram mais de três dias. Começam a chegar os primos e os tios que ficam uns dias antes do dia 12, o dia 12 e, eventualmente mais os dias que medeiam até ao Domingo seguinte que é quando temos feito a festa de aniversário para os amigos. Então, para ele, o seu aniversário dura muitos dias. No dia 12 tenho metido sempre o dia de férias e fazemos um programa comemorativo do seu aniversário.

Bem, como uma década é uma década, aqui fica um pequeno resumo do que ficou por aqui registado e no blog Pés Na Relva quanto às festividades nos vários anos, desde a abertura dos blogs (até então, não tenho registos escritos).

Em 2009: Count Down Aniversário e Actividades e passeios com primos e amigos.

Em 2010: Mais Um Dia Belo e Festa.

Em 2011: Feliz Aniversário, filhote!, Novos Encontros e A Festa, como prometido!.

Em 2012: Socialização e Variações sobre um tema _ Cidades.

Este ano, embora também com comemorações de uma semana, o programa foi um tanto diferente, pois não passámos o dia do seu aniversário no distrito onde residimos (embora a festa depois, sim, tenha sido em nossa casa), como vamos ver agora, no Caderno Verde.

Beijinhos e belos aniversários para todos!

Isabel

x

Caderno Verde

Comemorações de uma Década de Vida

Este ano decidimos passar o aniversário do Alexandre “fora”, aproveitando uma semana de férias em Monte Gordo (Algarve).

Antes da viagem, o Alexandre e a mana Celina fizeram um sugeneris Tabuleiro de Xadrez com uma base em material de maquete e as peças em fimo representando edifícios vários (há, portanto, o edifício-rei, o edifício-rainha, os edifícios-bispos, os edifícios-torres, os edifícios-cavalos e os edifícios peões).

DSC08666Só acabaram o trabalho lá pelas duas da manhã já no dia que iríamos embora, pelo que as primeiras fotos que tirei ficaram bem escurinhas (já vos disse que o meu telemóvel não tem flash…)

DSC08667Em vez de preto e branco as cores deste Xadrez são o verde e o vermelho.

DSC08668Há por aqui uns edifícios que entortaram no forno, quais torres de Pisa.

DSC08669

DSC08670Já em Monte Gordo, uma vista mais clara do tabuleiro (as peças foram dentro da caixa, para não se partirem no caminho).

DSC08671

DSC08672Eu e o pai fomos de carro e a Celina e o Alexandre de comboio, juntando o útil ao agradável, pois para além do Alexandre adorar andar de comboio, enjoa no carro. Enviaram-me fotos por mms para o telemóvel durante a sua viagem: Intercidades Lisboa-Faro e Regional Faro-Monte Gordo (totalizando 4h e picos de viagem!)._ não consegui passá-las para aqui…

DSC08673Para além da praia (que estava ótima até às 9h da noite) e dos passeios noturnos (por volta da meia-noite, com muita gente na rua, comendo gelados e fazendo compras) há sempre atividades que se mantêm, estejamos em casa ou fora de casa, tais como esta: ver os seus documentários preferidos (neste primeiro dia foi o documentário da construção do aeroporto de Hong-Kong, gravado do programa “Mega.Construções” do “Discovery Channel”).

DSC08677

DSC08678

DSC08679

DSC08680

DSC08681Ainda durante a viagem, a mana Celina e o Alexandre foram escrevendo no “Livro das Aventuras” a sua 14ª aventura conjunta destes últimos tempos (a própria viagem de Lisboa a Monte-Gordo).

DSC08682

DSC08683

DSC08684O “Livro das Aventuras” (que já vai no 3º caderno):

DSC08685Outra das atividades que se mantém estejamos onde estivermos: o desenho de mapas. Desta feita, o de Nova Iorque (de notar que tivémos a notícia há uns dias atrás que temos apartamento garantido_ emprestado_ em Manhatan para o próximo ano, só temos portanto que arranjar dinheiro para as viagens, então o Alexandre já começou a programar a sua estadia de uma semana em Nova Iorque e quando passeávamos à noite em Monte Gordo, disse “Já me estou a imaginar nas ruas de Nova Iorque cheias de vida à noite!”. Vai também ser uma estreia para ele a viagem de avião).

😉

DSC08686

DSC08687

DSC08688

DSC08689

DSC08690

DSC08691O afamado castelo que tem sempre uma ou outra variação (na decoração, sobretudo e nas infraestruturas envolventes)

DSC08693

DSC08694

DSC08695

DSC08696

DSC08697

DSC08698

DSC08699

DSC08700

DSC08701

DSC08703O aspecto da praia às 9h da noite…

DSC08707

DSC08708

DSC08709

DSC08710

DSC08711Os meus “romanos”

😀

DSC08712

DSC08714

DSC08715Pai e filho a jogarem com as raquetes de praia, num outro dia.

DSC08716

DSC08717

DSC08718Durante dois dias estivémos o Alexandre, a mana Celina, o pai e eu; depois na Segunda “acresecentou-se-nos” a mana Catarina que tinha ficado em Lisboa durante o fim-de-semana, em trabalho (fomos buscá-la a Albufeira de modo que fomos dar um passeio por lá, aproveitámos e passámos por Vila Moura para que a tia e o primo se juntassem a nós (o primo esteve lá a participar num torneio de ténis) e aproveitámos ainda para nos encontrarmos com mais três amigos que estavam por Albufeira e irmos jantar com eles).

Os primos

🙂

DSC08720

E os primos com os efeitos da mana Catarina:

😀

fotografia[1]

Ainda fomos dar um passeio até Tavira (dois dias depois) para nos encontrarmos com mais amigos e jantarmos também juntos. Aí fomos muitos e vários de nós com crianças (totalizavam 7 crianças a contar com o Alexandre). Comemos, falámos, brincámos, jogámos…

Outra atividade das que já são habituais qualquer o local em que estejamos: Consulta de mapas! Para além dos do iPad, levámos para cima os mapas que temos no carro (um de Portugal e outro da Península Ibérica)…

O Alexandre vai conferindo cidades, os seus tamanhos, acessos, vias ferroviárias e coissas que tais.

DSC08721

DSC08722

DSC08723

DSC08724

DSC08725Também já em Monte Gordo comprámos um baralho do UNO para jogarmos em família:

DSC08726

DSC08728

DSC08729E uma outra aquisição, esta que oferecemos ao Alexandre no próprio dia 12, UM MAPA DAS ESTRADAS DA EUROPA! Ele adorou, ficou tempos à volta do mapa e nem queria que o retirássemos da mesa quando queríamos almoçar ou jantar…

DSC08730

DSC08731Também explorámos o presente oferecido pela tia e pelo primo, um KIT SOBRE ENERGIA SOLAR para realizarmos “Experiências Solares”…

DSC08732

DSC08733

DSC08734

DSC08736O próprio dia 12 foi, portanto, muito bem passado e “à sua maneira”, tendo começado logo no 1º minuto do dia, às 00h e 01 min, cantando os parabéns e soprando duas velas com o nº 10 sobre uma bela broa de mel (de cerca de 15 cm de diâmetro) rodeada por muitas gomas coloridas, das únicas que gosta e come (umas de ursinhos compradas no Celeiro e meio transparentes, que ele não gosta de umas outras parecidas mais baças), falando ao telefone com o seu maior amigo, o Bernardo (foi quando lhe respondeu que fazia UMA DÉCADA), mandando fotos ao Bernardo (via telemóvel) do bolo sugeneris que adorou, fazendo bolas de sabão na varanda,  jogando mais um joguinho de Uno e vendo um último documentário sobre a construção do túnel sob os Alpes uma última vez antes de ir para a caminha; e continuando, depois de acordar, com a exploração do mapa das estradas da Europa, do Kit sobre Energia Solar, um pouco de praia, mais um passeio pela vila e terminando com um jantar com a sua comida preferida (indiana), jogar à bola no átrio público, comer gelados (uns belos (e bons!) gelados italianos com sorvetes de fruta que não têm lacticínios na composição que o Alexandre podia comer à vontade…) e voltar para casa para ver um filme antes de voltar a dormir.

No dia seguinte voltávamos para Sintra e desta vez, veio com o pai de comboio e trouxe eu o carro e as manas (e o nosso gatinho Kiko que fora connosco).

Quando os levei ao apeadeiro de Monte Gordo para apanharem o regional para Faro, ainda deu para mais umas “pesquisas”: ver as salinas do outro lado da linha (as “Salinas De Castro Marim”),

DSC08737

DSC08738

DSC08739ver uma vaquinha e um cavalo a pastar,

DSC08740

DSC08741observar com detalhe todo o apeadeiro e a linha ferroviária,

DSC08742

DSC08743

DSC08744

DSC08745e pormenores da linha, pois à pergunta “Porque é que há ali um buraco debaixo da linha?”, eu e o pai estivémos a explicar e a mostrar-lhe que se tratava de um atravessamento para as águas das chuvas escoarem do terreno onde estavam os animais a pastar para o outro lado da linha, até à zona dos campos com água…

DSC08746

DSC08747

DSC08748

DSC08749

DSC08750

DSC08751

DSC08752

DSC08753Estivémos ainda a escutar os “seus futuros colegas de viagem” que falavam em francês, pois o Alexandre, embora ainda não tenha “estudado” francês já reconhece a língua e disse logo “Eles estão a falar francês.” Quando lhe perguntei, aqui há tempos, por causa de uma situação idêntica, como é que ele reconhecia que se tratava da língua francesa ele tinha-me respondido “Então (!) pelo som, pela pronúnicia, é igual à da M. quando ela fala francês”.

DSC08754

O regional a aproximar-se:

DSC08755

DSC08756

DSC08757E “Até logo, meus pequenos, boa viagem!”

😉

DSC08758

DSC08759

DSC08760

DSC08761

DSC08762

No próximo Caderno Verde colocarei as fotos do bolo de aniversário da festa para os amigos deste ano e mais umas atividades resultantes dos novos presentes de aniversário que lhe ofereceram nesse dia.

Comments (2) »

O que tinha ficado por aqui registado e não partilhado ainda, do mês de Fevereiro

Caderno Verde

O que tinha ficado por aqui registado e não partilhado ainda, do mês de Fevereiro

Pois, saltei várias partes que já tinha registadas no blog e não cheguei a publicar.

Nós tínhamos sido convidados para uma estadia de um fim-de-semana na Baleeira, em Sagres e o Alexandre preferiu não ir, na altura, porque não podíamos ir de comboio. Eu e o pai fomos e ele passou o fim-de-semana com a sua mana Catarina e o seu “melhor amigo” Bato. O engraçado, para mim e para o pai, é que damos por nós a tirar várias fotos a navios (até a fábricas e coletores enormes o Pedro tirou, que não estão aqui, pois estas são as que eu tirei com o meu telemóvel), a construções, a ruínas, que sabemos que ele gosta para depois lhe mostrarmos.

DSC07400

(a ilha do pessegueiro…)DSC07405

(as praias da costa vicentina vistas de cima)DSC07411

(as ruínas de um povoado islâmico sazonal de pescadores)DSC07422

DSC07423

DSC07424

DSC07426

DSC07427

DSC07428

DSC07429

(foto tirada na ponta de Sagres, pois na altura o Alexandre já andava a interessar-se pelos descobrimentos e foi depois disto que eu encontrei os 4 livros que mostrei nas “incursões prolongadas pela História de Portugal”)DSC07448

DSC07450

DSC07453

DSC07454

DSC07455

DSC07456

DSC07464

DSC07466

DSC07470

(esta inusitada fachada inclinada, de uma moradia…)

🙂DSC07472

DSC07474

Enquanto isto o Alexandre, cá, tinha ficado com material novo para os seus desenhos,

DSC07489

DSC07490

que utilizou nos seus edifícios e mapasDSC07491

DSC07494

e num livro, que preparou com a irmã, sobre Tóquio e o Japão, no futuro:DSC07498

DSC07499

DSC07500

DSC07501

DSC07502

DSC07503

DSC07504

DSC07505

DSC07506

DSC07507

Também foi com a irmã e o Bato a um workshop em Lisboa, onde esteve com algumas crianças, brincou, desenhou, viu filmes com uma delas e quando chegámos quiz voltar a jogar connosco os jogos que lá jogara, à “Cabra-Cega” e ao “Stop” (também jogaram às escondidas e outros, mas esses ele não quiz repetir em casa, pois costuma jogá-los com mais frequência).

Pouquinhos dias depois estávamos na altura do Carnaval e um dos seus primos veio passar esses 5 dias das suas férias connosco. Foi quando começou a leitura do livro dos Descobrimentos, que eu já contei neste post. Também gravaram mais episódios para o Canal do Alexandre (mostrei aqui também o do Boletim Metereológico que ele pôs o primo a apresentar). “Construíram” no SimCity e e no Minecraft,DSC07510

DSC07511

brincaram “às escolas” e mais umas quantas atividades durante as quais não estive presente (pois continuei a trabalhar numa parte do dia, este ano até na Terça de Entrudo…)

😉DSC07512

DSC07513

DSC07515Pouco depois foi o meu aniversário que coincide com o Dia dos Namorados e os meus filhote fizeram cartões, enfeites e desenhos para mim a acompanhar a prenda…

DSC07552

DSC07553

DSC07554

(este ano estes foram o papel de embrulho)DSC07555

DSC07556

DSC07558

Leave a comment »

Coisas que temos andado a fazer… II

Caderno Verde

Coisas que temos andado a fazer nestes últimos três meses (II)… para além daquelas que já tenho contado por aqui:

-Fomos a uma festa de aniversário de um menino que fez 13 anos no Parque de Santo António. Lembrei-me que nunca tinha tirado fotos à Ponte 25 de Abril (da qual o Alexandre tanto gosta) da perspetiva de quem viaja sobre ela, de modo que tirei, desta vez e ao Cristo Rei visto da Ponte (pois tínhamos estado a observá-lo feito em peças de Lego na exposição de Lego do Campo Pequeno à qual tínhamos ido dois dias antes)

DSC08183

DSC08184

DSC08185

O Parque… (não coloco as fotos da criançada  e suas brincadeiras (nem as do Alexandre a receber umas dicas para melhor usar as raquetes), pois não pedi autorização para as publicar aqui)

DSC08188

DSC08190

– Nova Iorque no Google em 3D (tanto edifício! O Alexandre não se cansa destas imagens, de procurá-las, analisá-las e tudo o mais))

DSC08192

DSC08193

DSC08194

– Usar as dicas que lhe deram na festa, praticando com a nossa vizinha (mesmo no hall do edifício)

😉

Também voltou a praticar mais um pouco, depois na praia, no dia da Mãe, como mostrei aqui no Caderno Verde

DSC08197

DSC08198

– Esta é uma cidade muito especial construída pelo Alexandre no MineCraft, com bairros de vários países identificados pelas respetivas bandeiras.

O francês,DSC08261

português,DSC08262

DSC08263

inglês,DSC08264

italiano,DSC08266

DSC08267

alemão,DSC08268espanhol.

DSC08269

(esta cidade tem já muitas horas de construção. Muitos dias depois, quando já mais avançada, ele e o pai procederam à gravação de um vídeo no computador, onde o Alexandre explica como se processou toda a construção ao mesmo tempo que vai deambulando pela cidade e mostrando todos os recantos e pormenores da construção. Mais tarde vão colocar essa gravação no youtube, quando estiver pronta colocarei o link)

– Passeio no paredão de Cascais, num dia em que o Alexandre foi ter comigo ao meu local de trabalho. Pede-me quase sempre, em ocasiões do género, para darmos um passeio, depois de eu sair e antes de voltarmos para casa. Já fizémos um como este, outro à Marina e por duas vezes fomos até Lisboa de comboio (Cais do Sodré) e voltámos.DSC08271

DSC08272

DSC08274

DSC08277

DSC08278

Ele gosta muito desta paisagem das ondas a rebentaremDSC08279

DSC08280

Quando passámos por esta casa lembrou-se que já tinha estado lá dentro, um pouco mais pequeno e que a casa tem um elevador (vivem aqui clientes do pai e o pai levou-o uma das vezes em que foi lá tratar de um computador)… o rapaz não se esqueceu, disse-me logo “Esta casa é-me familiar! É! Já estive ali, tem um elevador lá dentro!”.DSC08281

DSC08282

DSC08283

DSC08284

DSC08285

DSC08287

DSC08288

Comments (1) »